Terça-feira, 13 de Junho de 2006

Capítulo IV

Então os alunos do 6ºD que estavam em feriado e por acaso não tiveram aula de substituição, notaram a ausência de algumas turmas e logo trataram de saber o que se passava.

         Disseram-lhes que o 6ºA e o 6ºC tinham ido ao castelo de Porto de Mós e que o Rúben, o Marcelo e a Eva tinham viajado no tempo e que D. Fuas Roupinho estava lá a  contar aos outros alunos uma história. Acharam muito estranho mas como a curiosidade era muita trataram de saber o que se passava.

         A delegada telefonou ao seu director de turma, o stôr Gil a perguntar se dava autorização para se deslocarem ao castelo e… lá contaram a história toda. Ficaram a aguardar resposta pois não era fácil convencer o professor.

         Conseguiram persuadir a custo o stôr Gil dirigiam-se para o castelo. Explicavam e voltavam a explicar o sucedido mas estava a ser difícil o stôr acreditar. Chegou mesmo a pensar que uma história destas tratava-se de mais um texto recreativo para aula de Língua Portuguesa, a disciplina que ele leccionava.

         Chegaram e depararam-se com uma cena indescritível. Estavam boquiabertos. Ninguém sabia o que dizer ou fazer, até que de repente todos bombardearam o D. Fuas Roupinho com perguntas e flashes de máquinas fotográficas. A Raquel achou de mais o que estavam a fazer.

- Basta !  Ele não é nenhum boneco nem está habituado ao mesmo que nós! -Ralhou ela indignada.

Entretanto os seus quatro amigos, as três princesas Margarida, Inês, Rita e o gato das sapatilhas Rafael concordavam com o que a Raquel dizia e batiam palmas. A luz forte que os tinha eclipsado aparecera novamente e foram em direcção a ela a pensar que os tornaria normais de novo. Não foi bem isso que aconteceu, pois quando passaram o clarão viram-se num sítio maléfico e horroroso que era governado por uma bruxa-mor que se chamava Gorgélia. Mal lá chegaram foram recebidos pelos ajudantes de Gorgélia, Pedrélio e Ruélio, malvados bruxos, que os levaram a Gorgélia.

         - São muito bons! – Disse ela. – Estas três serão as minhas bruxinhas e este gato irá ser o meu mordomo pessoal. Muito bem Pedrélio e Ruélio! Merecem um prémio!

E apenas com um toque na sua varinha Gorgélia transformou as três princesas em bruxas e o gato em mordomo maléfico. Depois deu a Pedrélio e Ruélio as suas recompensas que eram dois dias no seu castelo com todas as mordomias possíveis.

Entretanto, junto ao castelo, estavam todos numa “aula de história”, com um verdadeiro personagem, atentos aos detalhes contados por D.Fuas Roupinho.

Os professores, nem queriam acreditar, como os seus alunos estavam quietos e atentos.

Enquanto isso, na Batalha de São Mamede, os três alunos pensavam numa saída para o seu problema. Terminada a batalha voltaram para o castelo. Todos olhavam de uma forma assombrada para as crianças. Provavelmente estranhavam as suas roupas da mesma maneira que D.Fuas estranhou a forma de vestir das pessoas que encontrou quando saiu da máquina.

Mesmo assim, sem temer nada, o rei convidou-os para um jantar no castelo para comemorar a vitória na batalha.                                                        

Todos estavam curiosos, para saber como foram parar ali aquelas estranhas crianças.

Elas estavam a gostar da experiência e começaram a contar todas as invenções e como tudo estava nos dias de hoje. A corte com muita atenção e alguma desconfiança escutava admirada.

Então, o rei pediu que ficassem, até encontrarem uma maneira de voltar para a sua época.

As crianças, aceitaram e enquanto esperavam ensinavam algumas coisas que ajudavam a melhorar a vida no reino. Achavam muito divertido viver num lugar, que já tinham estudado nas aulas de história. Mas, apesar da diversão, pensavam todos os dias numa maneira de voltar, porque já estavam com saudades de casa.

Será que vão conseguir?

publicado por gil às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Junho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Capítulo I

. Capítulo II

. Capítulo III

. Capítulo IV

. Capítulo V

. Capítulo VI

.arquivos

. Junho 2006

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds